Tudo aquilo que não tem um nome é chamado de alguma outra coisa

Tudo aquilo que não tem um nome, é chamado de alguma outra coisa é uma exposição que parte de uma vontade de colocar em diálogo a produção de nove artistas que trabalham no mesmo prédio, o Edifício Tingúa, no Largo do Arouche.

Deste modo,  pensar em aproximações ou narrativas entre os diferentes trabalhos é possível a partir da proximidade e lugar de troca que o espaço dos ateliês proporciona.

 

 

Artistas participantes:

Ana Victória Surian/ Deborah Caseiro/ Felipe Ferraro/ Fernanda Galvão/ João GG/ Júlia Cavazzini/ Júlia Braga/ Pepi Lemes/ Romeu Mizuguchi



Abertura: 24 de março de 2018
Período expositivo: 24/03/2018 a 21/04/2018

Espaço BREU

Endereço: Rua Barra Funda, 444

https://www.espacobreu.com/