Éden, 2015-16

Vídeo Instalação  6’10’’(looping)

Créditos:

Áudio: Anders Rinaldi

Fotografia: Toti Loureiro
Montagem: Toti Loureiro

Elenco: Glamour Garcia / Rafaela Foz / Laura Carvalho / Acauã Sol

O corpo como paisagem. A paisagem como corpo. “Éden” é um vídeo composto por esses diálogos. Uma releitura do mito bíblico do Paraíso, no qual Adão e Eva são expulsos por provarem do fruto do conhecimento.  O vídeo tece uma relação entre Éden, o Paraíso Perdido, e o próprio corpo das personagens, que é explorado a partir de um olhar erótico e constituinte de uma paisagem.

 

Na Bíblia, Eva é apontada como culpada por induzir Adão a desobedecer a Deus e provar do fruto. No vídeo, Eva e Adão são substituídos, por quatro pessoas, correspondentes a um Adão e 4 Evas. “Éden” consiste numa subversão do mito bíblico, uma atualização que preza e enaltece o poder da mulher, a liberdade sexual e o gozo. Nesse universo as personagens convivem em harmonia num mundo repleto de maças, que simbolizam o conhecimento. As personagens deleitam-se de maças, como que se gozassem de conhecimento.

Eden, 2015-16

Video installation  6’10’’(looping)

Credits:

Sound and music by Anders Rinaldi

Photography by Toti Loureiro
Edition by Toti Loureiro

Cast: Glamour Garcia / Rafaela Foz / Laura Carvalho / Acauã Sol

The body as a landscape. The landscape as a body. Eden is a video composed of those dialogues. A re-reading of the biblical myth of Paradise, in which Adam and Eve are expelled from Paradise for eating the fruit of knowledge. The video weaves a relation between Eden, the Lost Paradise and the characters’ own bodies, which are explored from an erotic stance, as a component of a landscape.

In the Bible, Eve is pointed out as the culprit for inciting Adam to disobey God and taste the fruit. In the video, Eve and Adam are replaced by four people, corresponding to one Adam and four Eves. Eden consists in the subversion of the biblical myth, a revision that reveres and praises the power of women, sexual freedom and pleasure. In this universe, characters coexist in harmony in a world replete of apples, which symbolise knowledge. Characters bask in apples as if they based in knowledge.

  • Instagram